Notícias

08/07/2019Membrana de colágeno é um avanço no tratamento das lesões de cartilagem

Dr. Marcus, Dr. Alexandre, Dr. Geraldo, Dr. Guilherme e Dr. Joo Paulo
Dr. Marcus, Dr. Alexandre, Dr. Geraldo, Dr. Guilherme e Dr. Joo Paulo

Dentre as lesões mais desafiadoras para a ortopedia estão as lesões de cartilagem do joelho. Ela é progressiva, provoca dor e até limitação dos movimentos e há poucos recursos para buscar um alívio dos sintomas. Os cirurgiões do joelho da Uniorte - Dr. Alexandre Queiroz, Dr. João Paulo Guerreiro, Dr. Guilherme José Miyasaki Piovesana e Dr. Marcus Vinícius Danieli - fizeram recentemente um treinamento sobre uma novidade nesta área: o uso de membrana de colágeno para estimular a cicatrização dessas lesões. O médico convidado para isto foi o Dr. Geraldo Granata Junior.

“Muitos são os paciente que buscam tratamentos para lesões de cartilagem e, atualmente, poucas cirurgias estavam disponíveis quando o tratamento conservador não funcionava ou para lesões muito grandes. É por isso que ter este novo recurso para utilizar nos paciente é um grande avanço. As lesões condrais ainda são um desafio pelo seu baixo potencial de cura, a cartilagem não é um tecido que se regenera ”, diz Dr. Marcus Vinícius Danieli.

Ele explica que a membrana de colágeno é um material biológico que estimula e melhorar a cicatrização da lesão de cartilagem. “Apesar do custo elevado, esta tecnologia tem tido bons resultados, com duração maior do que tratamentos existentes”, aponta.

O tratamento com membrana de colágeno é feito cirurgicamente. “É uma cirurgia em que preparamos a lesão para receber a membrana de colágeno, que vai cobrir a lesão condral. A membrana é aderida  sobre a lesão com o uso de uma cola biológica, chamada cola de fibrina”, explica Danieli.

O tratamento já está sendo feito na Uniorte para pacientes que têm indicação.

Convênios